O que a Harley-Davidson vende?

O que a Harley-Davidson vende?

Para fechar nossa semana sobre branding vamos falar de uma das marcas de motos mais fod4$ do mundo, a Harley-Davidson .

A Fabricante e vendedora de motocicletas dos tipos cruiser e touring, iniciou suas atividades em 1903, em um pequeno galpão em Milwaukee, Wisconsin com quatro jovens que criaram uma revolução no transporte de duas rodas e uma cultura que traduz um espírito rebelde, aventureiro, de liberdade, que tornaram a Harley-Davidson uma das marcas mais reconhecidas e reverenciadas do mundo.

É difícil de imaginar que uma marca tão forte, tenha passado perto da falência em 1983. O que salvou a Harley-Davidson não foram as novas ferramentas de marketing mas sim estratégias voltadas para uma percepção mais humana da marca e a criação de uma comunidade ao redor dela.

Lara Lee, que esteve a frente da ação, contou que a idéia começou com um grupo de proprietários que tinham como lema “pilotar e se divertir”. Com o passar dos anos, essas pessoas começaram a formar famílias e a marca adaptou os eventos para que todos participassem e depois também pensou em incentivar um grupo de mulheres consumidoras e amantes da Harley-Davidson. Funcionários da empresa começaram a frequentar mais esses grupos, entender melhor o perfil dessas pessoas e se conectarem com elas, tornando uma comunidade muito forte.

Para criar experiências intensas e significativas, foram criados centros de treinamento personalizado para quem não sabia pilotar e até um Museu na cidade de origem, para contar os mais de 100 anos de história da marca.

Segundo Lara Lee, a empresa notou que deviam servir as pessoas antes mesmo de servir aos negócios e entendeu que existe uma conexão emocional entre as pessoas e a marca que deveria ser explorada “Muito antes de haver internet, mais ou menos 15 anos antes, a Harley-Davidson já usava comunidades para unir pessoas ao redor dos valores de uma marca”.

Ainda hoje a marca possui o Harley Owner Group, que oferece experiências incríveis aos motociclistas como cartão de associado, eventos exclusivos, revista HOG, patch e pins personalizados, entre outros. A marca tornou-se um estilo de vida para os motociclistas que se conectam pelas estradas e pelo mundo.

Afinal, o que a Harley vende?

E você, o que está vendendo para seu público?

Deixe um comentário